O problema da concentração: telefones, rádios e outros mecanismos que diminuem sua atenção ao dirigir

Como tomamos decisões no trânsito?

Muitas das coisas que fazemos no trânsito são automáticas,
feitas sem que pensemos nelas. Depois que aprendemos a dirigir,
não mais pensamos em todas as coisas que temos que fazer ao
volante. Este automatismo acontece após repetirmos muitas
vezes os mesmos movimentos ou procedimentos.

Isso, no entanto, esconde um problema que está na base
de muitos acidentes. Em condições normais, nosso cérebro leva
alguns décimos de segundo para registrar as imagens que
enxergamos. Isso significa que, por mais atento que você esteja
ao dirigir um veículo, vão existir, num breve espaço de tempo,
situações que você não consegue observar.

Os veículos em movimento mudam constantemente de posição.
Por exemplo, a 80 quilômetros por hora, um carro percorre 22 metros,
em um único segundo. Se acontecer uma emergência, entre perceber
o problema, tomar a decisão de frear, acionar o pedal e o veículo
parar totalmente, vão ser necessários, pelo menos, 44 metros.

Se você estiver pouco concentrado ou não puder se concentrar
totalmente na direção, seu tempo normal de reação vai aumentar,
transformando os riscos do trânsito em perigos no trânsito.

Alguns dos fatores que diminuem a sua concentração e retardam os
reflexos:
■ Consumir bebida alcóolica;
■ Usar drogas;
■ Usar medicamento que modifica o comportamento, de
acordo com seu médico;
■ Ter participado, recentemente, de discussões fortes com
familiares, no trabalho, ou por qualquer outro motivo;
■ Ficar muito tempo sem dormir, dormir pouco ou dormir
muito mal;
■ Ingerir alimentos muito pesados, que acarretam
sonolência.

Ingerir bebida alcoólica ou usar drogas, além de reduzir a
concentração, afeta a coordenação motora, muda o comportamento
e diminui o desempenho, limitando a percepção de situações de
perigo e reduzindo a capacidade de ação e reação.

Outros fatores que reduzem a concentração, apesar de muitos
não perceberem isso:

■ Usar o telefone celular ao dirigir, mesmo que seja vivavoz;
■ Assistir televisão a bordo ao dirigir;
■ Ouvir aparelho de som em volume que não permita ouvir
os sons do seu próprio veículo e dos demais;

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s